Comando motor frenagem por corrente contínua com esquemas instalação

Neste artigo falaremos sobre o comando motor frenagem por corrente contínua , em alguns casos necessita-se que o motor na hora da parada tenha sua rotação interrompida, ou seja, precisamos de alguns dispositivos que atuem como freios para parada total ou parcial de sua rotação.  Existem varias maneiras de se executar a frenagem do motor pode ser freios mecânicos pode-se usar frenagem por contra corrente que consiste em uma inversão de fase no instante da parada e um dos métodos mais utilizado que á frenagem por corrente retificada onde aplicamos corrente contínua nas bobinas oriunda de um transformador é uma ponte retificadora com isso temos .Um campo magnético invariável formado em seu estator, ou seja, com polaridades definidas fazendo com que o rotor também tenha sua polaridade fixada ocorrendo assim à atração de pólos com isso consegue-se a frenagem.

Comando motor frenagem por corrente contínua circuito de força

Comando motor frenagem por corrente contínua

Comando motor frenagem por corrente contínua funcionamento

Neste comando utiliza uma partida direta com a colocação de um transformador com uma ponte retificadora onde C1 aciona o motor alimentando-o com as três fases, C2 e C3 aciona o sistema de frenagem C3 alimenta a ponte retificadora com a tensão e corrente ainda alternada vendo do transformador que após der retificada é lançada no motor por C2 ocorrendo à frenagem.

Com os dispositivos de proteção liberando o comando pressionando B1 aciona C1 que comuta sue contato 13-14 retendo-se e o 21-22 impedindo que a frenagem seja acionada antes de ser pressionado B0 que como vemos pelo
contato 1-2 desaciona C1 e aciona C3 pelo contato 3-4 que comutará seu contato 13-14 acionando C2 para liberar a frenagem do motor.

Comando motor frenagem por corrente contínua 

Principais dispositivos utilizados em circuitos de comando

Botoeiras ou botão de comandos: o primeiro passo  é ligar o motor  , o que nos vem em mente é uma chave para liga-lo , mas no caso dos comandos a chave que liga os motores são diferentes das tradicionais, a principal diferença entre as chaves usual e a chave industrial (botoeiras) são que na usual a posição da chave permanece em seu lugar , diferentemente das botoeiras que o retorno para sua posição acontece através de uma mola 

Reles: elementos indispensáveis de manobras de cargas elétricas , pois o reles permitem a combinações de logica no comando, existem diferentes tipos de reles usados em como elétricos tais como :Rele de tempo , rele térmico ou de sobrecarga.utilizados em dois circuitos em um painel elétrico :

Circuito de comando: encontra-se na interface com operador da maquina , sendo assim o rele trabalha com baixas correntes (ate 10 A ) 

Circuito de potência : encontra-se nas cargas a serem acionadas , tais como motores , resistores de aquecimento , entre outros , podendo circular correntes elétricas de 10 A ou mais.

Contatores: são acionados eletromagneticamente , constituídos para uma elevada frequência de operação , os contatores podem ser classificados contatores de potencia ou contatores auxiliares, tem seus contatos dimensionado para corrente máxima de 6A e possuem de 4 a 8 contatos.

Fusíveis : são utilizados com objetivos de limitar a corrente de um circuito , proporcionando sua interrupção nos casos de curto circuito ou sobrecargas de longa duração.

Disjuntores : dispositivo magnético – térmico utilizados para proteção de instalações e equipamentos contra sobrecarga e curto circuito.

2 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *