Inversão da rotação de motores monofásicos ligados em tensão maior

Inversão da rotação de motores monofásicos ligados em tensão maior , para a rotação em um sentido deve-se curto circuitar os terminais 2-3-5, sair com a fase (ou o neutro) no terminal 4 e curto circuitar os terminais 1-6 e daí sair com o neutro (ou a fase). para o outro sentido de rotação.deve-se curto circuitar 2-3-6, sair com a fase (ou o neutro) no terminal 4 e curto circuitar os terminais 1-6 e daí sair com o neutro (ou fase). na verdade o que precisa ser feita é uma troca entre os terminais 5 e 6. essa troca é conseguida com os contatores utilizados no esquema de inversão. A entrada do condutor fase e neutro pode ser livremente invertida. caso o motor utilize duas fases, evidentemente o neutro não será utilizado e na entrada neutro tem-se a outra fase.

Ligação dos terminais para inversão de rotação de motores monofásicos em tensão maior

Inversão da rotação de motores monofásicos

Inversão da rotação de motores monofásicos funcionamento do circuito

Nos motores monofásicos, uma questão que precisa ser levada em conta na inversão de rotação é o platinado que liga e desliga o enrolamento auxiliar. a rotação só deverá ser invertida quando o platinado retorna a sua posição original, que é a de manter o enrolamento auxiliar ligado. Isto significa que quando for feita uma inversão de rotação é preciso aguardar um certo tempo até que a rotação do motor caia a um nível que faça com que o platinado volte ao seu estado inicial.

Por isso que no circuito apresentado é utilizado um temporizador KT1. notamos também o intertravamento entre os contatores: Se k1 for ligado o contato K1 deste contator abre, impedindo a ligação de k2 e vice-versa. O acionamento começa com a ligação da chave S0. podemos observar o que acontece quando esta chave é pressionada o temporizador KT1 começa a contar o tempo setado. enquanto ele está contando, KA1 liga e abre o contato KA1 em série com todo os sistema de alimentação do circuito de comando.

Isso faz com que durante o tempo em que o temporizador está contando o tempo setado não seja possível acionar nenhum contator de força do sistema. quando o tempo setado se esgota, o temporizador aciona o seu contato NF em série com ele mesmo produzindo uma rápida abertura do circuito. este pulso abre todo o circuito do contator auxiliar KA1, fechando o contato NF de KA1 em série com o circuito de comando. Agora é possível selecionar a rotação do motor, acionando S1 ou S2. Suponha que foi pressionada S1.

No circuito o motor partiu em um determinado sentido de rotação. suponha que após algum tempo seja preciso inverter a rotação. é necessário, primeiro parar o motor pressionando S0. podemos observar que, enquanto o tempo setado em KT1 não tiver se esgotado, não será possível pressionar S2 porque o contato NF de KA1 em série com o circuito de comando impede essa ação. Esse tempo setado em KT1 é o tempo necessário para que o platinado feche

Inversão da rotação de motores monofásicos esquemas de ligações

Inversão da rotação de motores monofásicos componentes utilizados 
  • KA1 Contator auxiliar
  • KT1 Rele de tempo
  • K1 Contator
  • k2 Contator
  • S0 Botão desliga
  • S1 Botão liga esquerda
  • S2 Botão liga direita
  • DJ1 Disjuntor motor
  • DJ2 Disjuntor comando

 

 

 

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *